...

Lá dos umbrais de um sonho me chamaram...

Era aquela voz boa, voz querida.

 

-- Diz-me: virás comigo visitar a alma?...

No coração me entrava uma carícia.

-- Contigo, sempre... E avancei no sonho

por uma longa e recta galeria,

sentindo o só roçar da veste pura

e o suave palpitar da mão amiga.

 

Antonio Machado

 

(Jorge de Sena)

publicado por RAA às 14:29 | comentar | favorito