SOL DE INVERNO

Não sei o que há no ar

Que me arreceio...

 

Esta luz, este sol, esta primavera extemporânea...

Esta espécie de ameaça disfarçada ou escondida...

Esta pressentir de algo prestes a acontecer...

 

Não sei

Não sei o que há no ar

Que me arreceia...

 

José Borrego

publicado por RAA às 16:05 | comentar | favorito