AS VIAGENS

     Antes que seja afastado do que já alcancei que o seja daquilo para que vou. A posse é um declínio.

     Antes um pássaro a voar que dois na mão. Dois pássaros na mão são o que já não falta. Um pássaro a voar: é ir com os olhos a voar com ele; ir sobre os montes, sobre os rios, sobre os mares; dar a volta ao mundo e continuar; é ter um motivo de viver -- é não ter chegado ainda!

 

António Madeira (Branquinho da Fonseca)

publicado por RAA às 01:41 | comentar | favorito