HOMERO

Escrever o poema como um boi lavra o campo

Sem que tropece no metro o pensamento

Sem que nada seja reduzido ou exilado

Sem que nada separe o homem do vivido

 

Sophia de Mello Breyner Andresen, 

O Búzio de Cós e Outros Poemas (1997)

publicado por RAA às 01:54 | comentar | favorito