"Na breve sombra"

Na breve sombra

as aves

dormem.

 

Sabem a matéria do sono:

água cansada de tanto azul.

 

Fernando Jorge Fabião, Na Orla da Tinta (2001)

publicado por RAA às 18:58 | comentar | favorito (1)