ORIENTE

Este lugar amou perdidamente

Quem o cabo rondou o extremo Sul

E a costa indo seguindo para Oriente

Viu as ilhas azuis do mar azul

...........................................................

Viu pérolas safiras e corais

E a grande noite parada e transparente

Viu cidades e nações viu passar gente

De leve passo e gestos musicais

 

Perfumes e tempero descobriu

E danças moduladas por vestidos

Sedosos flutuantes e compridos

E outro nasceu de tudo quanto viu

.............................................................

 

1988

 

Sophia de Mello Breyner Andresen, O Búzio de Cós (1994)

publicado por RAA às 18:38 | comentar | favorito