POEMA

Havia um menino

que tinha um chapéu

p'ra pôr na cabeça

por causa do Sol:

em vez de um gatinho

tinha um caracol

tinha um caracol

dentro do chapéu.

Fazia-lhe cócegas

no alto da cabeça,

por isso ele andava

depressa, depressa,

p'ra ver se chegava

a casa e tirava o chapéu,

saindo

de lá e caindo

o tal caracol.

Mas era, afinal,

impossível tal,

nem fazia mal

nem vê-lo, nem tê-lo

porque o caracol

era de cabelo!

 

Fernando Pessoa,

in Maria de Lourdes Varanda & Maria Manuel Santos,

Poetas de Hoje e de Ontem

do Século XII ao XXI

para os Mais Novos

publicado por RAA às 13:14 | comentar | favorito