IDEIAS

Honra: Brio: Dignidade:
Onde estais? Quem vos preza?
-- Não posso viver pobre. A frialdade
Que me dá toda a pobreza!

Lembram-me bichos, carochas, centopeias,
Musgo, paredes húmidas, bolores,
Ao pensar na pobreza! -- Ideias.
E causam-me suores.

Afonso Duarte
publicado por RAA às 18:17 | comentar | favorito