...

Arco na noite
Gato preto dispara lentamente
O cinzento colorido
Das suas estrelas de nervos.
O teu corpo de mulher
Dispara o sal puro
E a maciez da espuma
Do arco branco da areia da praia.

Joaquim Gomes Mota
publicado por RAA às 23:49 | comentar | favorito