A presença do subjetivismo na construção do mundo do poema. Um mundo revisitado, porque é mundo, mas novo na palavra.

( No Brasil a poesia atual corre linha d q não gosto...acho que isto, depois dos anos 1950...Veio o concretismo - detesto - e assim...Hoje é pouco o que encanta)
Rose Marinho Prado a 11 de Outubro de 2010 às 19:22

Comentar:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres