CARTA DE ACHAMENTO

a oriente o coração estremece

a ave voou longe

não chega o horizonte

a mágoa é um canto vagaroso
a mágoa é uma reza infinita

Alah Akbar...
Alah Akbar...

a lua assim rogada cresce
e no interminável arrastar do seu pálido sari
lento o sol no mar
uma sereia em prece

encantamento...
súplica...

amanhece

Ana Mafalda Leite
publicado por RAA às 23:09 | comentar | favorito