...

Se um dia a sede
de uns lábios desarmados
ou o veneno alastrar

e as crianças, amando o pão,
respirarem

Talvez o declinar da sombra
na face amada
ou um gesto
desenhado contra o vento

ensinem

o esquecido ofício
da alegria.

Fernando Jorge Fabião
publicado por RAA às 16:52 | comentar | favorito