ODE À FLOR DE AMEIXIEIRA

O vento e a chuva apressam-se a afugentar a partida da Primavera,
Os flocos de neve, esvoaçando, chamam por ela,
Para lhe dar as boas-vindas.
As altas montanhas estão cobertas de um manto de gelo,
Mas a linda ameixieira continua ainda em flor.
Linda sim, apesar de incompatível com a Primavera,
Ela mal pressente a sua volta
E espera que as flores nos montes floresçam todas
Para sorrir no meio delas.

Mao Tsé Tung

(José de Freitas)
publicado por RAA às 14:23 | comentar | favorito