...

Senhor, eu vivo coitada
vida, des quando vos non vi;
mais, pois vós queredes assi,
por Deus, senhor ben talhada,
     querede-vos de min doer
     ou ar leixade-m' ir morrer.

Vós sodes tan poderosa
de min que meu mal e meu ben
en vós é todo; [e] por en,
por Deus, mha senhor fremosa,
     querede-vos de min doer
     ou ar leixade-m' ir morrer.

Eu vivo por vós tal vida
que nunca estes olhos meus
dormen, mha senhor; e, por Deus,
que vos fez de ben comprida,
     querede-vos de min doer
     ou ar leixade-m' ir morrer.

Ca, senhor, todo m' é prazer
quanti i vós quiserdes fazer.

D. Dinis
publicado por RAA às 11:46 | comentar | favorito
tags: