MELODIA DA NEVE

                                                                                                                                                                                                                         ao Nuno Verdial

Chuva de rosas brancas desfolhadas.
Quem desfolhou os roseirais do céu
E vem lançar braçadas e braçadas
De pétalas alvíssimas?... Quem deu

À paisagem as túnicas prateadas,
Em que seu corpo lívido escondeu?...
-- Véus, em farrapos, que teceram fadas
E uma princesa nórdica perdeu.

Árvor's que os ventos outonais despiram,
Parece, por encanto, que floriram
Nos esponsais de Abril ressuscitado...

Vestem da morte o gélido lençol?
...Ou são noivas ansiosas porque o sol
Lhes rasgue os seus vestidos de noivado?

Afonso de Castro
publicado por RAA às 12:42 | comentar | favorito