18
Set 10

...

Antes das pontes os rios
Antes dos castelos águias
Que levantadas bem altas
São as deusas das escarpas.

Antes do fruto uma onda
De incenso de primavera
De cavalos debandados
Por anos de tanta espera.

Antes de tudo ser ouro
No alambique escondido.

Acordar de noite acesa.
Vertical hora ser vivo.

José Carlos González
publicado por RAA às 23:11 | comentar | favorito

...

Com que passadas tristes vais subindo
ó lua, e tão silente, e desmaiada!
Pois quê?! Também na célica morada
anda o Archeiro as setas despedindo?

Se uns olhos que ele abrasa há tempo infindo
conhecem já quem lhe caiu na alçada,
nesse teu ar e graça abandonada
leio que também tu o vens servindo.

Dize, então, companheira, e doce amante:
também lá é loucura o amor constante?
As deusas, desdenhosas também são?

Também movem amor, e zombam logo
dos corações que amor acende em fogo?
Também lá é virtude a ingratidão?

Sir Philip Sidney

(Luís Cardim)
publicado por RAA às 20:06 | comentar | favorito
18
Set 10

HOJE

Podem encher-me os punhos de grilhetas
Ou pregar numa cruz a vida minha;
Não é canto propício de poetas
O velho medo que guarda a vinha.

Afonso Duarte
publicado por RAA às 13:40 | comentar | favorito