05
Set 11

...

Tivemos,
Em vez de uma longa vida de doçura
A travessia de vales e montes lamacentos;
Em vez de noites breves sob os véus
O temor da viagem no seio de infindável treva;
Em vez de água límpida sob sombras
O fogo das entranhas queimadas pela sede;
Em vez do perfume errante das flores
O hálito esbraseado do meio-dia;
Em vez da intimidade entre ama e amiga
A rota noctura cercada de lobos e de génios;
Em vez do espectáculo dum rosto gracioso
Desgraças suportadas com nobre constância.

Ibn Darraj Al-Qastalli
(Adalberto Alves)
publicado por RAA às 14:28 | comentar | favorito
05
Set 11

...

A poesia é resistência a um destino de «despoetização» generalizada, que ela integrou como uma consciência trágica de que se alimenta há séculos.

António Guerreiro, «A poesia sem interrupções», Relâmpago #2, Lisboa, Fundação Luís Miguel Nava e Relógio d'Água, 1998, p. 10.
publicado por RAA às 11:51 | comentar | favorito