09
Set 11

Obras Poéticas de Eugénio de Castro - Volume V

[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] i$>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<div class="separator" style="clear: both; text-align: center;"><a href="https://1.bp.blogspot.com/-hEXLAyz4KoY/TfuEKa55upI/AAAAAAAAML4/gcTPYbVraaM/s1600/img343.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;" rel="noopener"><img border="0" height="400" i$="true" src="https://1.bp.blogspot.com/-hEXLAyz4KoY/TfuEKa55upI/AAAAAAAAML4/gcTPYbVraaM/s400/img343.jpg" width="266" /></a></div>autor: Eugénio de Castro (Coimbra, 4.III.1869-17.VIII.1944)<br />título: <em>Obras Poéticas de Ferreira de Castro -- Volume V </em>(inclui <em>Contança</em>, <em>Depois da Ceifa</em> e <em>A Sombra do Quadrante</em>)<br />prefácio: Miguel de Unamuno (1907)<br />editora: Lumen<br />local: Lisboa<br />ano: 1929<br />págs.: 184<br />dimensões: 19,3x13x1,7 cm. (brochado)<br />impressão: Imprensa Nacional de Lisboa<br />obs.: foto do autor em 1911, extratexto
publicado por RAA às 22:26 | comentar | favorito

O SELO DOS DIAS

Dias virão, dias virão
a golpes secos
de potros
no chão.

Não sei se já nasceram,
não sei onde se encontram
os dias
que amo tanto.

(No cano de um fuzil
ou no cano do espanto).

Dias virão virão,
lobos de aragem
e a todos morderão
com sua liberdade.

Que pássaros
se aplumam
nas penas destes pássaros?

Serão dias saltando
aos ombros
de outros ombros,
até onde houver ombros
irão dias brotando.

Carlos Nejar
publicado por RAA às 14:26 | comentar | favorito
09
Set 11

STELLA BY STARLIGHT

Quem viu estrelas
ouviu aquelas
perdidas vias velhas:

O som do rio aflito
a tarde triste em guarda
a penumbra arde em arrebol
a sinfonia astral amarga
o rouxinol perito provençal.

O som é tudo o que se adora
é tudo isso e muito mais:
um tema grego antigo
Stella By Starlight
lua trançada no cabelo
voz de desconcerto.

Tontura alta dos amantes
dribla dentro explode em canto.

Frederico Barbosa
publicado por RAA às 11:12 | comentar | favorito