...

Dos meus mortos não fica a memória senão em mim e que em mim morrerá. Justiça do Tempo para os que alegadamente viram a vida passar?
Alguns não deixaram rasto -- e toda a sua vida fez sentido.
publicado por RAA às 11:36 | comentar | ver comentários (2) | favorito