12
Abr 12

OUTRA CANTIGA AINDA

Quem fala de eternidade

a respeito de beleza

desacerta por vontade

ou não sabe o que é certeza.

Tudo é belo quanto é belo

enquanto belo se vê,

como amanhã pode sê-lo

o que por ora não é.

É mais belo o céu profundo

ou o rasto de uma cobra?

Também às voltas do mundo

a eternidade se dobra.

 

Armindo Rodrigues

publicado por RAA às 16:47 | comentar | ver comentários (2) | favorito
12
Abr 12

NATUREZA MORTA COM MAÇÃS

É triste

o espectáculo do amor

apodrecendo aos poucos

na fruteira

as maçãs que te trouxe

têm agora a pele seca e enrugada.

 

Luís Filipe Parrado

publicado por RAA às 11:03 | comentar | favorito