"Tão firmes são suas ancas"

Tão firmes são as suas ancas,

de tão suave interior,

que não há no mundo imagens

para dizê-las melhor.

 

Poema sânscrito anónimo

in Jorge de Sena, Poesia de 26 Séculos

publicado por RAA às 19:37 | comentar | ver comentários (2) | favorito