17
Set 14

NO TEMPLO DA MONTANHA

Noite no templo

          do alto da montanha.

Posso levantar a mão,

          acariciar as estrelas,

mas não ouso falar

          em voz alta.

Receio assustar

          os habitantes do céu.

 

Poemas de Li Bai

(versão de António Graça de Abreu)

publicado por RAA às 20:46 | comentar | favorito
17
Set 14

A JÚLIO -- SAUL DIAS

Antes que o vento

venha e, hostil, desfaça

o que em mim há de puro ainda

-- gostava de cantar.

 

Antes que a noite

desça e, subtil, perturbe

mais o meu ser com seu mistério denso

-- gostava de cantar.

 

Antes que a vida

me arraste, pise e esmague

na torva confusão de ódios e lutas

-- gostava de cantar.

 

Antes que o mundo

me estreite mais no seu abraço imundo

(tão raras vezes belo)

-- gostava de cantar.

 

Luís Amaro,

Diário Íntimo /

Série Poeta -- Homenagem a Júlio / Saul Dias (2001)

publicado por RAA às 13:28 | comentar | favorito