GÉNESIS OU OS PAINÉIS DE AVELINO ROCHA NO COLÉGIO DE GAIA

Eis como grávidas,
voláteis as formas
se organizam. E a matéria
se faz seiva. E sangue.
E sal. E sol. É outra vez
manhã, primeira
infância e arca
e harpa genesíacas. O homem
tirou de si as águas,
as sementes. E ao ar e ao fogo
as lançou. Terminada
a obra, assinou
seu nome com as tintas
do arco-íris.
Oitavo dia
da criação.

Albano Martins
publicado por RAA às 13:49 | comentar | favorito