Um clássico absoluto da poesia portuguesa do séc.XX, escrito há 40 anos (como o tempo passa!...), e cujo livro de título homónimo tinha esta frase de Marguerite Duras em epígrafe: «J'ai le temps,que c'est long!».
Oui...
jesimões a 21 de Março de 2011 às 01:30

Comentar:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres