2 comentários:

Sem esse derradeiro fio de ilusão, que muitos chamam esperança, quem resistiria?!
Izabel Lisboa a 21 de Julho de 2011 às 13:08
É muito difícil. Poderá haver consolação pela poesia, pela filosofia.
Ricardo António Alves a 21 de Julho de 2011 às 17:51