...

O estado de iluminação não existe,
é um equívoco da sombra,
um momentâneo desvario da luz
quando hesita entre a cal  a cinza,
entre a atmosfera saturada
dos exíguos quartos interiores
e o sufoco das rosas, das camélias,
nas redomas escondidas, ocultas
que o tempo ofusca e embacia, meticuloso
artífice do envelhecimento das coisas.

José Jorge Letria
publicado por RAA às 23:50 | comentar | favorito