...

Este céu peregrino onde viajam
Meus olhos

Estas vozes sem voz que respondem
Ao meu silêncio

Este azul
Nimbado

Estes ciprestes

O cheiro das árvores que penetra
Nas gavetas antigas

O ar que murmura
Paralelo à eternidade:
Piero della Francesca

Piero della Francesca


Cortona,
30 de Jul. de 1969
Alberto de Lacerda
s#1
publicado por RAA às 22:22 | comentar | favorito