O NOVO HOMEM

Traz nos olhos punhais

e mensagens secretas...

E zagaias de sonho

nas mãos negras, desertas...

 

Olha para nós a direito

e tem um riso branco

que lhe dilata o peito...

 

Passa um frio entre os homens

de receio e de espanto...

 

1961

 

Amélia Veiga

publicado por RAA às 15:58 | comentar | favorito