Tenho quase a certeza que este poema é do Pessoa - do Ricardo Reis, talvez..
beatriz j a a 11 de Junho de 2014 às 14:41
Obrigado, Beatriz, por lembrar-me de colocar a fonte: não, é mesmo do Carlos Queirós (sobrinho da Ofélia...), e está no «Desaparecido».
RAA a 11 de Junho de 2014 às 15:20
my mistake :)
beatriz j a a 11 de Junho de 2014 às 15:21

Comentar:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres