ESTAR NA VIDA

Não sabemos bem a partir de que momento começamos a ter, não tanto a percepção da morte mas a noção de uma mudança na natureza da nossa existência, a perda da ilusão de energia que tinha sido a nossa, igual à do adolescente que entra na carruagem do metro e, cumprimentando outro com uma forte palamada da sua mão na dele, ignora a morte, mas ignora talvez também a vida, não sabe que está na vida.

 

Gastão Cruz, Existência (2017)

publicado por RAA às 13:20 | comentar | favorito (1)