3 comentários:

Um dia, "nem em deus, nem em ti e apenas em mim". (Partindo do poema esta análise).
Acho que, no fundo procuramos sempre acreditar em algo que seja eterno e não nos desiludia e ofereça toda a segurança. Para víver-se em paz...

:)
A Vertigem a 11 de Dezembro de 2015 às 14:24
Eu acredito no amor eterno :)
RAA a 11 de Dezembro de 2015 às 14:38
:)
A Vertigem a 12 de Dezembro de 2015 às 15:00