25
Nov 10

A JOÃO RUI DE SOUSA

no aparecimento do seu Respirar pela água

Não só gravar no tempo o azul do mundo
em versos de cristal e claridade
ardendo entre vocábulos profundos
mas ouvir pela noite -- rocha densa --
a vida em seu fermento de raízes
quando a fonte respira e as águas pensam

Joaquim-Francisco Coelho
publicado por RAA às 14:35 | comentar | favorito
19
Nov 10

GRAFITO

para um livro de Pedro da Silveira

No mar do coração levas a ilha
feita de negra terra e longo vento
feita de sonho e tédio como o tempo
feita de espuma e pedra como a vida

Joaquim-Francisco Coelho
publicado por RAA às 17:25 | comentar | favorito